Os 3 imperdíveis títulos de Adriana Carranca de todos.

Quer saber qual o melhor livro de Adriana Carranca?

MelhoresLivros.online tem disponibilizadopara você a seleção atualizada dos livros de Adriana Carranca bestsellers de todos os tempos.

ūüŹÜ Aqui est√° a classifica√ß√£o dos mais vendidos:

SaleBestseller No. 1
Malala, a menina que queria ir para a escola
  • Carranca, Adriana (Author)
  • 96 Pages - 04/27/2015 (Publication Date) - Companhia das Letrinhas (Publisher)

Esta sele√ß√£o se baseia sobre os livros de Adriana Carranca mais vendidos do mercado na √ļltima semana.

ūüí≤ Livros em oferta

SaleBestseller No. 1
Malala, a menina que queria ir para a escola
  • Carranca, Adriana (Author)
  • 96 Pages - 04/27/2015 (Publication Date) - Companhia das Letrinhas (Publisher)

ūü•á O melhor

Considerando a existência de diversos quesitos para a escolha do melhor livro de Adriana Carranca, segundo entendemos, Malala, a menina que queria ao preço de R$ 21,00 nos parece o melhor livro de todos os tempos.

SaleO melhor
Malala, a menina que queria ir para a escola
  • Carranca, Adriana (Author)
  • 96 Pages - 04/27/2015 (Publication Date) - Companhia das Letrinhas (Publisher)

ūüďö Para aprofundar sobre Adriana Carranca

Adriana Carranca √© uma escritora e jornalista brasileira. √Č colunista e rep√≥rter especial dos jornais O Estado de S√£o Paulo, onde come√ßou como rep√≥rter em 2002, e O Globo. Especialista em cobertura internacional, foi enviada especial no Haiti, na S√≠ria, no Paquist√£o, no Afeganist√£o, no Iraque, no Ir√£, no Egito, na Indon√©sia, nos territ√≥rios palestinos, na Rep√ļblica Democr√°tica complete Congo, no Sud√£o get Sul e em Uganda. Foi considerada em 2016 uma das dez jornalistas brasileiras mais admiradas. √Č co-fundadora e diretora da Associa√ß√£o Brasileira de Jornalismo Investigativo.

Formou-se em Comunica√ß√£o Social na Universidade Cat√≥lica de Santos. √Č mestra em Pol√≠ticas Sociais e Desenvolvimento pela London School of Economics. Antes de entrar no Estad√£o, trabalhou na TV Tribuna e na Veja SP. Publicou artigos em Foreign Policy e Slate (edi√ß√£o francesa).

Em 19 de novembro de 2015, foi entrevistada accomplish programa Roda Viva.

Em 2016, Carranca foi agraciada com o Trof√©u Mulher Imprensa, que homenageia as jornalistas brasileiras que mais se destacaram em determinado ano. Em 2014, recebeu o Pr√™mio L√≠bero Badar√≥ de Jornalismo, na categoria “Cobertura internacional”; no ano anterior, recebeu o “Grande Pr√™mio” da mesma cerim√īnia, por suas reportagens sobre a Guerra realize Afeganist√£o. Em 2015, recebeu o Pr√™mio O Globo de melhor reportagem. Foi finalista complete Pr√™mio Esso, em 2014, por uma s√©rie de reportagens sobre guerras na √Āfrica.

Por sua atividade como escritora, foi agraciada com o Prêmio da Fundação Nacional complete Livro Infantil e Juvenil (2016), além de ser duas vezes finalista attain Prêmio Jabuti (2016 e 2011).

Desde 2017, Adriana vive na cidade de New York, nos EUA e concluiu seu mestrado em jornalismo pela Columbia University em Maio/2018. Foi agraciada com o pr√™mio Overseas Press Club e com um “fellowship”, onde passou a trabalhar como pesquisadora para a universidade no projeto Global Migration. Durante esse per√≠odo publicou mat√©rias em m√≠dias renomadas como The Atlantic e The New York Times.

Outras sugest√Ķes:

shares